Jogos Educativos: uma maneira prática e fácil de aprender

A dinâmica na sala de aula deve ser sempre motivadora, fato que promove nos educandos o desejo de buscar novos conhecimentos, fazer novas descobertas. A utilização dos jogos na sala de aula vem promover uma aprendizagem mais eficaz, pois incentiva a participação, tornando o aluno mais critico, ativo e investigador.

Desenvolvendo o cognitivo, a psicomotricidade e o controle emocional do corpo discente. A socialização é um fator primordial quando utilizamos os jogos no ambiente educacional.

Os jogos são ferramentas que estimulam e exercitam o raciocinar utilizando a lógicas e buscando critérios para obter um bom resultado ao final do jogo. Estimular e exercitar o pensamento da criança são impostos pelo jogo como condição para o desenvolvimento pedagógico do jogo e da aprendizagem.

Na Antiguidade greco-romana o jogo era utilizado como forma de lazer, sendo utilizado como relaxamento para as atividades que requeriam esforço intelectual, físico e escolar.

Segundo a teoria de Piaget, os dois princípios básicos de ensino sobre os jogos é que os mesmos ajudam o desenvolvimento cognitivo da criança e reduzem a autoridade dos adultos, permitindo que a criança venha a construir seu próprio conhecimento, adquirindo sua autonomia.